viernes, 25 de mayo de 2007

Recordando - 25 de Mayo de 2007



Só para a televisão
Pais de Madeleine dão hoje primeira entrevista
Gerry e Kate McCann serão hoje entrevistados pelas televisões britânicas e portuguesas, na Praia da Luz, avança o DN. A imprensa e as rádios nacionais e estrangeiras ficam de fora

Os pais de Madeleine recebem hoje no apartamento que ocupam na Praia da Luz as estações de televisão britânicas e portugueses para uma entrevista inédita.

Até ao momento, Gerry e Kate McCann têm apenas prestado breves declarações e comentado o desaparecimento da sua filha através de amigos ou do seu porta-voz.

Após reunir com as televisões do seu país, o casal McCann vai conceder uma entrevista conjunta aos canais de televisão portugueses e a um representante da agência Associated Press.

Gerry e Kate, que estiveram ontem em Fátima a rezar a Nossa Senhora pelo aparecimento da menina, começam amanhã um périplo por várias cidades europeias.

SOL



Caso Maddie
PJ em busca do novo suspeito
A PJ está à procura de homem de raça caucasiana, 1,75 metros de altura e aparentando 35 a 40 anos, visto na noite e local do desaparecimento de Madeleine McCann

Trata-se do primeiro apelo lançado pela Polícia Judiciária desde o dia em que desapareceu Maddie McCann, a 03 de Maio.

Em conferência de imprensa em Portimão, a Polícia Judiciária (PJ) acrescentou que o homem tem cabelo curto à frente mas que cobre o pescoço, resultando a descrição efectuada do testemunho de várias pessoas que na Praia da Luz, Lagos, alegam ter visto um sujeito com estas características.

No apelo, a PJ convida também o indivíduo com este perfil a entrar em contacto com a polícia. O repto da PJ é feito à pessoa que eventualmente «levasse consigo uma criança ao colo ou qualquer objecto que pudesse ser com ela confundido», no sentido de colaborar com as autoridades no esclarecimento da verdade.

Segundo o porta-voz da PJ, Olegário Sousa, a descrição do homem existe nos autos desde o início do processo, tendo sido feita por diversas pessoas.

Ainda segundo aquele responsável, a descrição só agora foi divulgada dado que a responsabilidade é de «quem dirige a investigação e estipula os tempos e oportunidades».

Olegário Sousa referiu que têm sido feitas várias «inquirições e reinquirições de testemunhas para confirmar ou não questões de pormenor», acrescentando que «continuam a ser analisadas dezenas de informações recebidas sobre eventuais localizações de Madeleine, sem que até á data nenhuma tivesse confirmação positiva».

Disse ainda que são aguardadas respostas das polícias internacionais, bem como resultados das perícias forenses que ainda não estão concluídas.

Durante as investigações, a PJ realizou buscas domiciliárias à casa do único arguido (Robert Murat) e aos apartamentos de um cidadão russo, que construiu um "site" de mediação imobiliária na Internet para Murat.

A Judiciária também realizou uma busca à casa de uma cidadã alemã que é sócia de Murat na empresa imobiliária Romingen.

Madeleine McCaan desapareceu na noite de 03 de Maio do aldeamento turístico «Ocean Club» na Praia da Luz, Lagos, Algarve, enquanto dormia com dois irmãos no apartamento e os pais jantavam num local a 50 metros.




0 comentarios :

Publicar un comentario

.
Política de comentarios
Nos gusta escuchar lo que tienes que decir y agradecemos vuestros comentarios. Nos reservamos el derecho de eliminar comentarios que consideremos como spam así como cualquier contribución que resulte ofensiva o inapropiada para el discurso civilizado. Tampoco toleraremos ataques personales, bien sea contra las autoras u otros participantes de este blog. Gracias por participar!